Lei Seguro Viagem Europa

0
9

Umas das maiores dúvidas de quem planeja uma viagem para a Europa, é sobre a obrigatoriedade do seguro de viagem para entrar no país. A apólice de seguro de viagem é um dos documentos exigidos por oficiais da imigração, graças a lei seguro viagem europa que determina o seguro como obrigatório.

Essa obrigatoriedade acontece por conta do Tratado de Schengen, que determina algumas normas de acesso aos países participantes do acordo. Ao todo são 26 países participantes do Tratado de Schengen, que exigem o seguro de viagem.

O Tratado de Schengen foi criado em 1985, esse acordo tinha como objetivo a formação de um território em comum, que ficou conhecido como Área Schengen. Apesar da obrigatoriedade do seguro de viagem, cidadãos brasileiros não precisam de visto para visitar o continente.

Lei seguro viagem europa como funciona?

Ao visitar os países da europa, além de seguir a lei seguro viagem europa, você também precisará ter todos os documentos e exigências em dia para não ser barrado por oficiais da imigração. Você deverá ter, passagem de ida e volta, comprovante de hospedagem, garantias financeiras e seguro viagem.

Praticamente, todos os países da Europa exigem o seguro de viagem para seus turistas, com exceção de alguns países como Irlanda e Reino unido. Separamos alguns dos países que validam a lei seguro viagem europa:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Espanha;
  • Finlândia;
  • França
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;

Vale ressaltar que o seguro de viagem é essencial independente de obrigatoriedade ou não. Imprevistos podem acontecer a qualquer momento, e você deverá estar preparado contando com um aparo de seu seguro de viagem.

Qual é a lei seguro viagem europa?

A leia que regula a obrigatoriedade do seguro de viagem na Europa é o regulamento 810/2019 do parlamento europeu, que é mais conhecido como Código Comunitário de Vistos. Esta lei diz a respeito do que é preciso para a entrada de turistas, assim como a obrigatoriedade de seguro viagem.

A razão da obrigatoriedade de seguro viagem em alguns países, está relacionada a economia do país, já que em caso de emergência, o governo europeu teria que custear a sua assistência medica e outros gastos emergenciais. Por essa razão, é obrigatório o seguro de viagem.

Além disso, o seguro de viagem cobrirá diversas situações de risco de emergência, que podem acontecer durante sua estadia no país. Pense no seguro viagem como um investimento para sua saúde e para seu financeiro, de modo que você tenha a garantia de um amparo completo em caso de imprevistos.

O que o seguro viagem cobre?

A lei seguro viagem europa exige que a apólice do segurado possua uma cobertura de no mínimo 30 mil euros, para o caso de ocorrências emergenciais. Para mulheres gestantes e idosos, é indicado que o plano de cobertura seja mais abrangente.

O seguro de viagem para a Europa terá como cobertura base, traslado médico, despesas médicas, hospitalares ou odontológicas em caso de acidente ou enfermidade súbita durante viagem. Algumas das coberturas adicionais incluem, extravio de bagagem, assistência jurídica, cobertura de eletrônicos e outros.

Brasileiros com dupla cidadania precisam de seguro viagem?

Em caso de dupla nacionalidade, não será necessário o seguro viagem como obrigatoriedade. Entretanto, para receber um atendimento médico não basta ser um cidadão europeu. Na Itália, por exemplo, você precisará de uma carteirinha do SUS italiano para ser atendido.

Caso sua viagem seja rápida, é mais vantajoso contratar um seguro viagem, mesmo no caso de dupla cidadania, dependendo do país você poderá ter algumas complicações com atendimentos médicos emergenciais.

Mesmo em lugares em que a lei seguro viagem europa não é vigente, é importante que você possua um seguro de viagem, de maneira que seja possível proteger o passeio da melhor forma possível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui