Seguro Viagem Europa Grávida

0
34

Viajar sem um seguro de viagem adequado durante a gravidez não é aconselhável – e nem permitido na Europa. Tenha acesso a um bom seguro viagem Europa grávida!

Mesmo quando se trata de uma gravidez sem complicações, não há garantia de que as futuras mães que viajam para a Europa não necessitarão de alguma forma de tratamento médico enquanto estiverem no exterior.

Além disso, qualquer seguro de saúde privado que você tenha só é válido para viagens locais e não para viagens internacionais. Por isso, proteger o passeio que você fará com seu filho – ainda que na barriga – é essencial.

Dicas de seguro viagem Europa grávida

A maioria dos provedores de seguro classifica a gravidez como uma condição médica pré-existente e que é automaticamente coberta no segundo trimestre, mas apenas sob certas circunstâncias específicas.

– Estas condições incluem qualquer coisa, desde “gravidez única”, até exigir que a gravidez não seja o resultado de qualquer programa de reprodução assistida, como a fertilização in vitro (FIV)”.

– Além disso, a maioria das seguradoras oferece apenas cobertura de viagem para o segundo trimestre e não além, o que significa que o ponto de corte pode ser já na 23ª semana ou até a 26ª semana.

  • Naturalmente, como qualquer outro produto de seguro, algumas pesquisas são recomendadas antes da compra, especialmente em termos de exclusões e restrições específicas da região.

– Ao visitar a Europa, as viajantes devem ser capazes de lidar e cobrir financeiramente os serviços médicos em caso de acidente, lesão ou qualquer outro evento súbito, especialmente em relação à saúde do bebê.

É nessa hora que o seguro viagem Europa grávida se mostra essencial! Saiba ainda mais sobre ele.

Informações extras sobre o seguro viagem Europa grávida

Para cuidar de despesas inesperadas que surjam durante a viagem na sua gravidez, comprovou-se que o seguro viagem Europa grávida oferece o apoio financeiro e conforto específico para mães continuarem sua viagem sem preocupações.

– Cobrir todas as despesas que possam surgir em conexão com o repatriamento por razões médicas, atenção à saúde urgente e / ou tratamento hospitalar de emergência ou morte é fundamental.

Mesmo que valha a pena ter seguro de viagem – para todos os viajantes para a Europa, nem todos são obrigados a tê-lo. Porém, esse não é o caso das mães. Elas realmente precisam dele!

  • Uma apólice de seguro de viagem é um requisito obrigatório especialmente para os viajantes que precisam solicitar um visto Schengen, grávidas ou não.

Este grupo de viajantes é sempre obrigado a ter a cobertura necessária durante todo o período da sua permanência na Europa, independentemente de lá se deslocarem para negócios, turismo, estudos, férias ou por outros motivos.

Viajantes estrangeiros que visitam a Europa e desfrutam de uma viagem sem visto para a zona Schengen podem obter sua apólice de seguro de viagem preferida, se quiserem e, embora seja altamente recomendável – eles não são obrigados a fazê-lo.

Até quanto tempo de gravidez uma viagem é permitida?

Existem vários fatores que determinam até quando uma grávida mulher pode viajar.

Alguns fatores de risco incluem se é uma gravidez única ou múltipla, se existem complicações atuais ou prévias que a tornam uma gravidez de alto risco e até mesmo o método de viagem.

A maioria das mulheres acha que viajar durante o segundo trimestre é mais confortável.

Após o primeiro trimestre, há menos risco de aborto espontâneo e qualquer náusea induzida por enjoo matinal é, no mínimo, mais administrável.

Sabendo de todas as informações acima dadas, aposte no seguro viagem Europa grávida e tenha a certeza de garantir toda a proteção de que precisa para si mesma e para seu bebê!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui