Seguro Viagem Saindo Da Europa

0
9

Um seguro viagem saindo da Europa é a garantia de passeio seguro do início ao fim. Até porque, até que você esteja seguro novamente em casa, as coberturas irão te prevenir de possíveis eventualidades, como bagagem extraviada, roubo da mesma, atraso de voo, enfim, uma série de possibilidades.

Os países do continente europeu que fazem parte do tratado de schengen exigem um valor mínimo de 30 mil euros para despesas que garantam pelo menos coberturas relacionadas a saúde, como atendimento médico, internação hospitalar em caso de acidente, entre outras.

Tudo irá depender da seguradora e do tipo de cobertura contratada. Por exemplo, é possível que você tenha a garantia de coberturas mínimas, como as relacionadas atendimento médico e queira também ter a garantia de eventualidades relacionadas a perda de bagagem e entre outras.

Seguro viagem saindo da Europa, como funciona?

O seguro viagem saindo da Europa além de garantir segurança do início ao fim da viagem, também garante um esquema parecido com um plano de saúde, porém tem a validade condicionada ao tempo em que o segurado ficará fora do país.

Ele oferece garantias de atendimento e indenização no caso de acidentes ou doenças. É feito, como já dito, principalmente por pessoas que viajam para fora do país, já que os seguros nacionais não têm validade no exterior.

O seguro viagem saindo da Europa serve apenas para a saúde?

Não, o seguro viagem saindo da Europa não cobre apenas despesas médicas. Muitos planos cobrem também outros serviços bastante úteis para quem viaja, como já citamos, extravio de bagagem, assistência jurídica, remarcação de passagens e até repatriação de corpos, no caso de falecimentos no exterior.

Quais as exigências e tipos de coberturas?

O seguro viagem saindo da Europa é obrigatório para brasileiros que viajam para lá. Na Europa é preciso que o seguro cubra pelo menos 30 mil euros em despesas médicas para os países pertencentes ao tratado de Schengen. Os países que exigem o seguro saúde Europa são:

  • Alemanha;

  • Áustria;

  • Bélgica;

  • Dinamarca;

  • Eslováquia;

  • Eslovênia;

  • Espanha;

  • Estônia;

  • Finlândia;

  • França;

  • Grécia;

  • Holanda;

  • Hungria;

  • Islândia;

  • Itália;

  • Liechtenstein;

  • Letônia;

  • Lituânia;

  • Luxemburgo;

  • Malta;

  • Noruega;

  • Polônia;

  • Portugal;

  • República Tcheca;

  • Suécia;

  • Suíça.

Caso seja solicitado pelo agente de imigração e você não tenha seguro, pode acabar por ter sua entrada negada. Além do mais, acidentes e doenças não tem hora para chegar. E se você passar por um problema mais grave no exterior, gastaria muito mais dinheiro para ter um bom atendimento.

Os seguros básicos costumam cobrir apenas atendimento de urgência e emergência. Porém, se você quer contar com todos os benefícios de um seguro de viagem Europa completo, terá coberturas em casos de:

  • Atendimento médico e odontológico 24h;

  • Visita ao segurado hospitalizado;

  • Seguro no caso de interrupção ou cancelamento da viagem, em caso de emergência médica;

  • Despesas farmacêuticas;

  • Acompanhante em caso de hospitalização prolongada;

  • Hospedagem após alta hospitalar;

  • Remarcação de passagem para regresso;

  • Assistência funeral;

  • Repatriação médica e funerária, que garante o retorno do viajante ao Brasil tanto em caso de doença e acidente quanto em caso de falecimento;

  • Indenização no caso de morte;

  • Localização de bagagem extraviada;

  • Indenização no caso de invalidez permanente ou total;

  • Despesas jurídicas;

  • Indenização no caso de extravio de bagagem;

  • Pagamento antecipado de fiança.

Gostou do conteúdo sobre seguro viagem saindo da Europa? Não deixe de comentar e compartilhar essas informações súper uteis com colegas, parentes e amigos. Assim, eles também poderão ter a oportunidade de ter uma viagem tranquila e segura do início ao fim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui